sábado, 15 de setembro de 2012

14 Insônia



Na cama, me viro,
de um lado para o outro,
E não consigo pregar os olhos.

Vem na mente os pensamentos, 
as lembranças e as idéias e duvidas:
O que eu farei no dia seguinte?

Começo a pensar, pensar e pensar, 
e logo começo a bocejar, 
deito e durmo.
De hora em hora, acordo,
pensando que amanheceu o dia.

Olho no relógio e são :
1:00 da manhã,e durmo novamente,
assim começo a levanta, 
de hora em hora, 
até que eu levanto e vejo
já são 7:00 da manhã!

O sono começa a vir com mais firmeza, 
mas, já é dia e eu tenho que levantar, 
Então, eu levanto-me da cama,
Tomo o meu café da manhã.
E começo mais um dia,
um dia feliz como os outros!

Um dia ensolarado,
eu começo o meu primeiro serviço,
que é as bijuterias, 
depois, vou para o meu livro,
depois claro, uma pausa para um lanchinho...
E,as horas passam, 
o dia já se foi novamente,
E lá vou eu, 
dormi para começar um novo dia!!

Uma poesia não tem fim, 
tem recomeço!

Que nota vocês dão para essa poesia?
Gostaram?
Postar um comentário